VMA 2016: Veja a performance de Britney Spears e G-Eazy com "Make Me..."!

Após um longo hiato de 9 anos, Britney Spears finalmente voltou a se apresentar no palco do Video Music Awards!

Junto de G-Eazy, Britney apresentou a canção "Make Me...", primeiro single de "Glory", seu nono álbum de estúdio. Britney também cantou um trecho de "Me, Myself & I", sucesso do rapper G-Eazy com a cantora Bebe Rexha, entre o break e a parte final de "Make Me...".

Assista:

Esta é a primeira performance de Britney Spears no VMA após longos 9 anos sem se apresentar na premiação. Britney tem um histórico polêmico e controverso no Video Music Awards, todas as suas apresentações na cerimonia causaram repercussões, positiva ou negativamente, e em todas elas, Spears apresentou um primeiro single de algum de seus álbuns.

Em 1999, com apenas 17 anos, Britney Spears apresentou o primeiro single de sua carreira, "...Baby One More Time", em uma performance super coreografada que contou com a participação da boyband teen mais estourada da época, 'N Sync, da qual Justin Timberlake, seu namorado na época, era integrante.

Em 2000, Britney cantou o primeiro single de seu segundo álbum, "Oops...I Did It Again" e "(I Can't Get No) Satisfaction", da banda Rolling Stones, em uma performance bem sensual. A cantora começou a apresentação vestida com um terno, com o corpo todo tampado, e, em meio a apresentação, Britney tira todos aqueles panos e termina a performance com uma roupa colante e transparente.

Em 2001, Britney cantou "I'm A Slave 4 U", primeiro single do álbum "Britney", terceiro de sua carreira, e entrou para a história do VMA por se apresentar com uma cobra piton em seu pescoço, o momento é consagrado como um dos principais da história da premiação.

Em 2003, Britney não cantou música própria. Junto de Christina Aguilera e Madonna, as três cantoras pop fizeram uma super performance de "Like A Virgin" e "Hollywood", de Madonna, e ainda se beijaram no palco da premiação.

Em 2007, Britney cantou "Gimme More", primeiro single de seu quinto álbum, "Blackout", em sua pior fase da vida pessoal e também de sua carreira. A cantora estava totalmente fora de forma e não conseguiu sequer acompanhar a coreografia da canção. A performance foi muito criticada e Britney na época não tinha foco em sua carreira devido aos seus diversos problemas pessoais. A quem diz que "Blackout" é "o álbum certo na hora errada", visto que, musicalmente falando, é um dos melhores da carreira da americana.

PÁGINAS DO MOVIMENTO POP:

SAÚDE - DINHEIRO - UNIVERSO MASCULINO - MÚSICAS - FILMES - GAY - SOBRE - CONTATO